Óculos e lentes de Qualidade

Av. Benedito Luiz de Medeiros, 411 – Galo Branco – São José dos Campos

Tel: 12 3905-1028 | WhatsApp: 12 99620-7465 | Email: contato@oticafabi.com.br

Presbiopia: O que é, causas, sintomas e tratamentos

Presbiopia

A presbiopia é um problema de visão que está associado ao envelhecimento. É esse problema que faz com que indivíduos com mais de 40 anos de idade tenham dificuldade para enxergar de perto.

Este problema acontece por causa do envelhecimento do cristalino, que é uma lente transparente e flexível que fica na parte interna do olho, atrás da pupila. A função do cristalino é a de realizar a acomodação visual, ou seja, sua função é ajustar o foco da imagem que vemos, a fim de torná-la mais nítida.

A presbiopia surge quando o cristalino perde sua flexibilidade, o que dificulta a acomodação da imagem pelos olhos. O primeiro sinal de que ela chegou é quando você precisa esticar os braços para enxergar bem “de perto”. O ato de esticar os braços faz com que o objeto fique um pouco mais longe dos olhos, compensando o trabalho de acomodação visual que o cristalino perdeu a capacidade de fazer.

Indivíduos com presbiopia são chamados de presbitas.

Presbiopia

 

Como enxerga a pessoa com presbiopia?

Assim como o hipermetrope (pessoa que tem dificuldade de enxergar de perto por causa da hipermetropia), o presbita tem dificuldade para enxergar objetos no campo de visão de perto.

E por se tratar de um problema relacionado ao envelhecimento do cristalino, só tem presbiopia quem tem mais de 40 anos de idade.

Se você tem menos que 40 anos e tem dificuldade para enxergar de perto, muito provavelmente você tem hipermetropia e não a presbiopia. Neste caso a melhor coisa a se fazer é procurar ajuda profissional (optometrista ou oftalmologista).

Presbiopia

 

Curiosidade: míopes com presbiopia

Enquanto a maioria das pessoas precisam colocar os óculos para enxergar bem de perto, os míopes TIRAM os óculos para enxergar bem de perto.

Uma característica marcante das pessoas com miopia é que eles enxergam bem para perto, independente do uso dos óculos. E até completarem 40 anos de idade eles utilizam os óculos o tempo todo, seja para olhar para longe, seja para olhar para perto. Entretanto depois dos 40 anos de idade, o cristalino dos míopes também perde a flexibilidade. E é por isso que eles precisam tirar os óculos: para facilitar a acomodação visual de perto.

Esse processo se “tirar os óculos” para enxergar bem de perto se torna pouco menos eficiente para os míopes que também apresentam grau considerável de astigmatismo. Neste caso o uso de lentes multifocais (ou o uso de óculos para perto) será necessário, já que o astigmatismo é um problema que compromete a visão tanto para longe quanto para perto.

Então, se você vir alguém tirando os óculos para enxergar de perto, você já sabe: ele é MÍOPE!

 

Quais são as causas e os sintomas?

O problema NÃO tem relação hereditária e tem sua existência associada ao envelhecimento do cristalino, que quando jovem é transparente e flexível e, após aproximados 40 anos de uso (ou mais) passa a se tornar rígido, perdendo suas “habilidades” de acomodação visual para perto.

Entretanto algumas condições de saúde podem acelerar o surgimento deste problema, tais como:

  • Anemia;
  • Diabetes;
  • Esclerose múltipla;
  • Doenças cardiovasculares;

O uso de medicamentos como antidepressivos, anti-histamínicos, diuréticos também favorecem o surgimento deste problema de visão.

Seus principais sintomas da são:

  • Visão embaçada ao focar objetos a curta distância;
  • Necessidade de esticar os braços para enxergar melhor;
  • Dificuldade para enxergar com pouca luz;
  • Dor de cabeça ou cansaço visual após realizar atividades que exijam foco na visão de perto;
  • Dor ao redor dos olhos;
  • Ardência ou vermelhidão nos olhos;
  • Lacrimejamento;

 

Como diagnosticar e tratar esse problema de visão?

O diagnóstico é feito através do exame de vista ou exame de refração. Este pode ser realizado por um oftalmologista ou por um optometrista.

A forma mais simples e sem contraindicação de se tratar este problema é com o uso de óculos.

Quando o indivíduo, além da presbiopia, também apresenta dificuldade para enxergar de longe, a indicação é o uso das lentes multifocais.  Elas têm campos de visão distintos, com dioptrias diferentes em casa parte da lente, que permitem ao seu usuário enxergar bem para todos os campos de visão: longe, intermediário (+ ou – 60 cm de distância do rosto) e perto.

Há também os casos em que o uso dos óculos de leitura resolve a situação. Neste caso, os óculos devem ser usados apenas quando se lê ou se desempenha atividade que requeira o uso da visão de perto.

O uso de lentes de contato e a cirurgia refrativa também são opções. Esta última depende de avaliação de médico oftalmologista.

Já existem no mercado lentes de contato multifocais, que fazem a mesma função dos óculos multifocal: visão nítida para todos os campos de visão. Contudo o processo de adaptação a esse tipo de lentes requer o auxílio de profissionais qualificados na área. Uma possibilidade mais usual na correção deste problema com lentes de contato é a sua utilização na correção do grau para perto em um só olho. Neste caso, um dos olhos (o que estiver com lentes de contato) não vai enxergar tão bem assim na visão para longe.

É também o que acontece quando se opta pela cirurgia: um olho fica com a visão boa para perto e o outro fica com a visão boa para longe. Mas neste caso, em caráter definitivo.

Há ainda os casos de pacientes que, além da presbiopia, também têm catarata. Nestes casos a cirurgia é aconselhável e ocorre com a substituição do cristalino, que com a catarata fica opaco e rígido, por lentes artificiais na dioptria adequada à necessidade corretiva do paciente.

Como identificar se tenho presbiopia pela receita dos meus óculos?

A presbiopia é indicada na receita no campo “Adição” ou “Ad”, com grau de sinal positivo. Veja o exemplo na imagem.

Presbiopia

O exemplo apresentado traz uma receita de um indivíduo com miopia (de 3,25 no olho direito e 3,75 no olho esquerdo) com astigmatismo (de 0,75 no olho direito e 0,50 no olho esquerdo), além da presbiopia (com adição de 1,75 dioptrias sobre as dioptrias de longe).

Presbiopia

 

Continue no Blog:

Luz azul: Entenda o que é e aprenda a se livrar dos problemas que ela provoca

Exame de vista em ótica: 4 dicas para evitar prejuízos à sua visão e ao seu bolso

Deixe um comentário